Arquivos homossexuais - Elídio Almeida

homossexuais

Esta semana recebi o link da mais nova campanha comercial da Lupo, a grande marca brasileira de meias e cuecas. No vídeo da campanha, intitulada “Aparecimento” e estrelada pelo jogador de futebol Neymar Jr., inicialmente três mulheres dirigem-se ao balcão para perguntar se na loja há o modelo de cueca e de meias que Neymar usa.  Após o atendente responder que sim, o próprio Neymar surge, detrás do mostruário, trajando meias e cueca da marca Lupo. Entretanto, quando um rapaz musculoso demonstra interesse em comprar a cueca sexy do Neymar o jogador nem espera a resposta do vendedor e foge da loja. O vídeo vem sendo classificado como homofóbico e desrespeitoso aos homossexuais.

Embora a empresa produtora desse comercial não tenha utilizado estereótipos (compleição física frágil ou trejeitos afeminados) para caracterizar um dos personagens como homossexual, a história descrita no vídeo evidencia o caráter homofóbico da campanha.

O comercial parece explicitar simbolicamente as seguintes falas da Lupo: “não quero vender para você”, “não atendemos este tipo de público” e”não vendemos para homens que acham a cueca de outro homem sexy”.

homossexuais

Claro que, ao lançar uma linha de meias e cuecas com o nome do jogador, a Lupo deseja ampliar seu público consumidor e atrair pessoas que possuem alguma ligação ou identificação com o jogador, como, por exemplo, os fãs do futebol; mulheres admiradoras do jogador e que projetam suas fantasias em seus parceiros ou em seus filhos; homens que querem ficar parecidos com o ídolo e, supostamente, adquirir algumas de suas características (se bem-sucedido, famoso, “pegador”, etc); e seguidores do que está na “moda”.

Homossexuais gay psicólogo em salvador

É interessante a Lupo incentivar as mulheres a comprar produtos masculinos e liberar suas fantasias, porém é lamentável o posicionamento da marca ao excluir o público gay. Além da ignorância em afastar um público com alto potencial de consumo a Lupo também contribui para disseminar o preconceito e a discriminação em nossa sociedade.

Esta não é a primeira vez que falo sobre propagandas homofóbicas aqui no blog (veja 1 e 2). Vamos ficar de olho.

Clique aqui e veja nota da empresa.

23/05/2013
Homossexuais-gay-psicólogo-em-salvador

Lupo não quer Vender suas Cuecas para os Homossexuais.

Agende pelo WhatsApp