Arquivos Homobofia - Elídio Almeida

Homobofia

A marca de sandálias Havaianas lançou este mês sua campanha publicitária para o verão 2010 que tem sido acusada de conter mensagem homofóbicaQue tal analisarmos a peça para ver o que ela diz? Assim, esse exercício pode nos ajudar a compreender a mensagem da propaganda.

O comercial começa com o patrulheiro rodoviário perguntando se tem arma no carro. Qual é a resposta de um dos rapazes? “Tinha um canhão, mas a gente já deixou a namorada dele em casa”. Nem vou me ater muito a esta informação para não entrar noutras questões preconceituosas de machismo e gênero.

Em seguida a propaganda faz uma coisa legal, que é chamar a atenção para o Artigo 252 do Código de Trânsito Brasileiro, que proíbe dirigir usando calçados que não se firmam nos pés, como as Havaianas, por exemplo, que não possuem tiras presas aos calcanhares. Nesse ponto, a propaganda dá uma dica bem clara: “Nas férias, quando você usa mais as suas Havaianas, tenha cuidado para não ser pego dirigindo com elas, senão você vai pagar multa e perder 04 pontos na sua carteira de habilitação”. Legal.

Mensagem homofóbica

Depois, quando um dos atores pergunta se dirigir de Havaianas é crime, o guarda responde: “Crime não, é infração.” Ou seja, uma regra que deixou de ser cumprida. Porém, na tentativa de instruir os rapazes do que seria um crime ele diz: “Crime é você namorar a Fernanda Vasconcellos e ir à praia com dois marmanjos”.

Engraçado? Nem um pouco.

homofóbica terapia de casal em salvador

Qualquer dicionário que consultarmos vai informar que crime é uma “violação muito grave de ordem moral, religiosa ou civil que deve ser punida pelas leis”. Segundo a propaganda da Havaianas, o rapaz que recebe a multa (penalidade), além da infração de trânsito, cometeu qual crime? “– Ir à praia com dois homens”.  Nesse ponto, a propaganda dá outra dica bem clara: “Se você sair para se divertir acompanhado por outro homem, você estará cometendo um crime e será punido pelas leis da moralidade, da religião ou da justiça”. E é nesse contexto que a propaganda peca passando essa mensagem homofóbica.

As Havaianas sempre trouxeram este tipo de propaganda com conotações humorísticas e isso leva muitas pessoas a repetir os comportamentos de um comercial no dia a dia. Imagine que na vida real alguns amigos resolvem ir à praia ou ao shopping e alguém influenciado pela propaganda diz: “Homens juntos! Que crime.” Lógico que alguém pode levar na esportiva ou não se ofender com essa atitude, mas outros podem inclusive evitar serem vistos acompanhados por outros homens para não serem taxados de criminosos ou apontados como infratores, imorais ou contraventores. Dessa forma, podemos entender que a propaganda pode incentivar comportamentos punitivos para situações que se assemelhem a relacionamentos homossexuais e isso não é uma infração, é crime!

Se gostou desse texto, poderá gostar também:

Homofobia e punição social
Homofobia e suas raízes

15/12/2010
homofóbica-terapia-de-casal-em-salvador

Propaganda das Havaianas com mensagem homofóbica

Agende pelo WhatsApp