Arquivos Crise dos talentos - Elídio Almeida

Crise dos talentos

Hoje vamos falar da Crise dos Talentos. Durante o final de semana li um material interessante sobre o estudo da vida em setênios – que consiste em dividir a vida em períodos de sete anos – e achei importante tratar deste estudo aqui no blog. Penso que este tema pode ser bem interessante, especialmente para quem anda preocupado com sua vida profissional. A teoria dos setênios pertence à antroposofia e foi elaborada a partir da observação dos ritmos e ciclos da natureza, principalmente dos comportamentos humanos

crise dos talentos terapia de casal em salvador

Segundo essa teoria, no primeiro setênio (0 a 7 anos), o ser humano experimenta o contexto e se desenvolve a partir da interação individual e hereditária.

No segundo setênio (dos 7 aos 14 anos) o indivíduo começa a experimentar seu potencial de autoridade, exercitando novos métodos de controle sobre o contexto em que vive.

No terceiro setênio (dos 14 até os 21 anos) ocorre as crises de identidade e as dúvidas existenciais decorrentes da puberdade.

Os estudiosos dos setênios definem o terceiro período como sendo o setênio do corpo, ou seja, somado aos setênios anteriores, este é o momento em que o ser humano vivencia com mais intensidade a jornada do seu amadurecimento físico e de formulação de sua personalidade. Em seguida inicia-se então o quarto setênio, no qual ocorre a chamada “crise dos talentos”.

crise no casamento terapia de casal em salvador

Vamos tentar entender melhor isso. Com 21 anos nos deparamos com limitações: “até onde eu posso ir?”, “o que posso fazer para me destacar?”, “o que mais consigo conquistar?”. Após a conclusão desta fase, algo que ocorre por volta dos 28 anos, já possuímos todas as respostas a essas questões. Só que, ao invés de agirmos, nos deparamos com outra questão, que é muito frequente dos 28 aos 35 anos: a chamada crise dos talentos, na qual todos os dilemas, juntos, manifestam-se com mais intensidade.

Durante o quarto setênio é comum as pessoas sentirem a necessidade de viajar, de estudar fora, porém sempre se questiona: “será que não estou muito velho pra isso?”. Independentemente de nossa resposta surgem, na sequência, outras perguntas: “será que estou fazendo o que realmente gosto?” “não seria tempo de buscar outra coisa? Outro caminho?” ou “quais são meus talentos para essa vida tão vivida e, ao mesmo tempo, tão recente?”. A pessoa fica dividida entre a insegurança do que já viveu e a ansiedade pela maturidade.

crise dos talentos psicólogo em salvador

Críticas à Teoria da Crise dos Talentos

Embora eu discorde de certos pontos da teoria dos setênios, principalmente pela relação rígida e determinista estabelecida entre os comportamentos e a idade biológica das pessoas, acho interessante discuti-los, pois atendem, a priori, a maioria dos casos que tenho acesso no meu consultório. Por isso, quero fazer alguns alertas em relação ao tema.

O primeiro alerta que faço é às pessoas que se encontram na chamada “crise dos talentos”, para que saibam que a maturidade demora a chegar. Os próprios estudiosos dos setênios afirmam que ela só ocorrerá a partir do sexto setênio, ou seja, por volta dos 42 anos. Então se você esta vivendo este momento procure se conscientizar do que já foi vivido e do que ainda estar por vir. Certamente você já tem um tesouro acumulado, que é o conjunto de todas suas experiências de vida, sejam elas pessoais ou profissionais. Porém precisa descobrir o que fará com este tesouro.

crise no namoro terapia de casal em salvador

Outro alerta diz respeito ao fato de que as pessoas, que vivenciam essa crise, sempre pensam em recomeçar algumas coisas em suas vidas: nova faculdade, novos cursos, novos empregos… Aí eu pergunto: será que vale mesmo a pena jogar tudo pro alto e recomeçar, recomeçar, recomeçar?

Nestas situações uma boa dica a ser seguida é manter a calma. E, sendo possível, buscar ajuda profissional, pois isso lhe possibilitará a ampliar os horizontes e descobrir novas possibilidades, reorganizando pensamentos e adotando novos  comportamentos. Compreender a crise e sair dela, é bem menos danoso quando estamos com o suporte profissional adequado.

15/05/2011
crise-no-casamento-terapia-de-casal-em-salvador

Você já passou pela “crise dos talentos”?

Agende pelo WhatsApp