polêmica psicólogo em salvador

Ser “LINDA” é o mais importante numa relação ou mais uma propaganda polêmica do Boticário?

A mais nova propaganda da Boticário me chamou a atenção. Acredito que ela se tornará mais uma grande polêmica que irá viralizar na internet e nas redes sociais. A peça publicitária mostra depoimentos de casais que estão se divorciando e durante o vídeo explicam por que a “magia do relacionamento acabou“. A partir daí, a empresa se propõe a fazer uma “transformação” visual nas mulheres, com o intuito de reforçar a autoconfiança neste momento da separação e do divórcio.

 

Polêmica do Boticário

 

Ocorre que, mesmo com o argumento de restaurar ou destacar a autoconfiança das mulheres (que naturalmente ficam abaladas neste momento), o Boticário também passa uma mensagem que agride os conceitos de relacionamentos saudáveis entre os casais. Além de reforçar o tão combatido estereótipo machista que obriga as mulheres a ficarem bonitas para conquistar os homens, mostra a errada ideia de que as pessoas precisam ser sempre “lindas” para manter seus relacionamentos. Isso é uma ideia extremamente conservadora, injusta e irreal.

Diariamente recebo em meu consultório pessoas que estão sofrendo em seus relacionamentos. Muitos desses sofrimentos vêm de absurdos como esse incentivado nesta campanha do Boticário. Em meu trabalho como terapeuta de casal, sempre que posso, procuro passar para meus pacientes que “a magia” de qualquer relacionamento está em enxergarmos as pessoas com as quais nos relacionamos da forma que elas são.

Desde criança, nas primeiras aulas de ciência, aprendemos que as pessoas nascem, crescem, envelhecem e morrem. Ou seja, ciclos são cumpridos, transformações naturalmente ocorrem em nossa vida. E, justamente por isso, não devemos valorizar exclusivamente um mero estereótipo tão passageiro e subjetivo.

 

 

polêmica psicólogo em salvador elidio almeida

 

 

Pessoas que pensam que devem sempre estar “lindas” para manter seus relacionamentos se iludem em ambos os lados da relação:

1) quem deixa de gostar só porque as mudanças naturais ocorreram ou que valoriza apenas esse critério em seus pares, esquecem-se que também estão sujeitos às mesmas leis das transformações e do julgamento alheio e com isso poderão ser tão vítimas quanto algozes.

2) Quem se esforça para manter-se sempre “linda” ou “lindo”, demonstra que nada mais tem a oferecer além de uma imagem artificialmente montada e fluída que sai a cada lavagem e precisa ser sempre renovada.

Por esses e outros equívocos, muitos relacionamentos vivem mal, as pessoas são infelizes e muitos divórcios e separações ocorrem a todo momento. E o ciclo acaba se abrindo novamente em busca de alguém para satisfazer ou alguém que satisfaça os critérios do olhar.

 

Segurança que pode sair com água.

 

Penso que o Boticário – enquanto empresa que visa lucro financeiro – acertou em cheio com esse vídeo infeliz no que se refere a divulgação de sua marca e seus produtos [muita gente comentando sobre o Boticário, inclusive eu. =( ]. Porém, como formadora de opinião e marca influente na sedimentação de conceitos e padrões de comportamento, a empresa presta, com esta publicidade, um tremendo desserviço à população brasileira. Especialmente aos relacionamentos afetivo-amorosos e aos casais (divorciados ou não).

Assista ao vídeo e faça sua análise.

 

 

Dr. Elídio Almeida
Psicólogo | CRP 03/6773
(71) 98842-7744 Salvador – Bahia
elidioalmeida.com

Elídio Almeida
elidio@elidioalmeida.com

Psicólogo formado pela Universidade Federal da Bahia – Ufba, especialista em Terapia de Casal & Família, membro da Association for Behavior Analysis International (ABAI). Psicólogo clínico, faz atendimento individual, para casais e famílias. Oferece cursos de desenvolvimento pessoal, palestras, orientação vocacional e avaliação psicológica.

No Comments

Post A Comment