diferença entre ansiedade medo e fobia no texto do psicólogo Elídio Almeida.

Ansiedade, Medo e Fobia

Você sabe a diferença ente ansiedade, medo e fobia? Quando alguém é confrontado com situações que ameacem à sua integridade física, seja num contexto em que está prestes a ser agredido ou na iminência de se envolver em um acidente, frequentemente vivencia-se a reação de medo. Essa reação é composta de respostas comportamentais (olhos arregalados, tremores, imobilidade inicial com fuga posterior, etc.) e fisiológicas (aumento do tônus muscular, irregularidade dos movimentos respiratórios, aceleração dos batimentos cardíacos, etc.) e geralmente é tida como uma experiência extremamente desagradável.

Sofrer com a ansiedade é muito ruim, pois nos dá a sensação de estar perdendo o controle sobre nós mesmos.

Sofrer com a ansiedade é muito ruim, pois nos dá a sensação de estar perdendo o controle sobre nós mesmos.

Mas, quando o perigo é percebido e persistente, pode-se experienciar ansiedade. A ansiedade é um estado de apreensão diante do contexto de ameaça que não está muito claro ou diante da situação de conflito, em que tanto consequências boas quanto ruins podem se seguir a algumas das nossas ações.

 

Ansiedade merece cuidado.

Tanto o medo quanto a ansiedade são estados corporais que envolvem alterações comportamentais e fisiológicas normais quando apresentados em situações de ameaça “concreta” àqueles que as vivenciam. Entretanto, níveis intensos de medo e/ou ansiedade podem ser apresentados em contextos rotineiros, tais como dirigir um carro, falar em público, ir ao trabalho ou cumprimentar uma pessoa conhecida. Esses níveis descontextualizados de ansiedade podem perturbar o desempenho de tarefas, prejudicar o raciocínio e comprometer uma vida saudável. São exemplos de ansiedade: transtorno do pânico, transtorno de ansiedade generalizada, transtorno obsessivo compulsivo e transtorno do estresse pós-traumático.

tratamento para ansiedade em Salvador

Já o medo exagerado que faz com que a pessoa evite situações relacionadas com o evento/objeto temido é conhecido como fobia. São exemplos de fobias: agorafobia, fobias específicas (de animais, de viajar de avião, de lugares fechados) e fobia social.

Existe tratamento?

Sim. Em função dos avanços científicos nos campos teórico, metodológico e tecnológico da Psicologia e Medicina Comportamental, há tratamentos eficazes disponíveis para pessoas que apresentam quadros de ansiedade e fobias. Várias pessoas têm sido auxiliadas a superar fobias e transtornos de ansiedade por meio da moderna abordagem da Terapia Comportamental.

Dr. Elídio Almeida
Psicólogo | CRP 03/6773
(71) 98842-7744 Salvador – Bahia
elidioalmeida.com

Elídio Almeida
elidio@elidioalmeida.com

Psicólogo formado pela Universidade Federal da Bahia – Ufba, especialista em Terapia de Casal & Família, membro da Association for Behavior Analysis International (ABAI). Psicólogo clínico, faz atendimento individual, para casais e famílias. Oferece cursos de desenvolvimento pessoal, palestras, orientação vocacional e avaliação psicológica.

No Comments

Post A Comment