filho de outro relacionamento psicólogo em salvador terapia de casal Elidio Almeida terapia de casal em salvador

Conheci uma pessoa que tem um filho de outro relacionamento. Pode dar certo?

Você conheceu uma pessoa e começou a gostar dela. A ideia era evoluir para algo mais sério e duradouro, mas, ao descobrir que ela já tem um filho de outro relacionamento, deixou você com receio de investir nesse namoro. Daí vem aquela pergunta: Esse relacionamento pode dar certo?

Quando você conhece alguém que têm filhos de outro vínculo, é importante ter atenção para evitar alguns deslizes. Essa está sendo a preocupação de uma seguidora do meu instagram. Ela me escreveu bastante apreensiva solicitando um post sobre esse tema.

 

filho de outro relacionamento psicólogo em salvador terapia de casal

 

Ela contou que conheceu um rapaz bem bacana num aplicativo de relacionamentos. O papo estava ótimo e tinha tudo para evoluir numa boa, até que ele revelou que tinha um filho com a ex-esposa. Ela espera saber como lidar com isso. Disse estar envolvida com o rapaz e não queria abrir mão dele só pela existência de um filho. Mas isso a preocupa, pois entende que o fato dele já ter um filho atrapalha seus planos de ter uma “família perfeita”.

O sonho de formar uma família está entre os principais objetivos de uma pessoa adulta. Encontrar um companheiro ou uma companheira, casar, ter um lar e filhos é um roteiro desejado por muitos para sua realização pessoal. Há quem diga que esse deve ser o percurso natural de todo e qualquer relacionamento. No entanto isso não é uma verdade absoluta, tampouco reflete a realidade atual de muitos casais.

 

filho de outro relacionamento psicólogo em salvador terapia de casal Elidio Almeida

 

Houve um período em que uma única relação deveria cumprir todos esses estágios. Ao longo do tempo o conceito de família e relacionamento mudaram e, mesmo que o objetivo de ter uma relação de sucesso e construir uma família ainda seja o mesmo, temos diversas possibilidades de configurações possíveis para famílias, lares, relacionamentos e filhos.

Dentre as composições de famílias e relações possíveis hoje em dia, algumas têm provocado vários conflitos no desenvolvimento do novo relacionamento. Um exemplo são aquelas relações onde um dos pares já possui filhos de outro envolvimento.

 

Filho de outro relacionamento pode dar certo?

Não é minha pretensão abranger todos os aspectos de um caso como esse apenas nesse post. O ideal é que minha leitora iniciasse uma terapia para compreender melhor todas as nuances dessa questão. Mesmo assim, especialmente por considerar que esse deve ser um dilema enfrentado por muitas pessoas, vou propor alguma considerações.

A coisa mais importante a se fazer numa situação dessa é buscar uma auto reflexão tentando compreender quais são os referenciais que se tem sobre relacionamentos e famílias “perfeitas”. Refletir sobre isso ajuda bastante, pois muitas pessoas acabam levando para suas tentativas de relacionamentos pacotes prontos que foram idealizados a partir das histórias de outras pessoas.

 

filho de outro relacionamento psicólogo em salvador terapia de casal psicólogo em salvador Elidio Almeida

 

Geralmente meus pacientes levam ao meu consultório questões desse tipo. Elas ouviram dizer que se relacionar com pessoas que têm filhos não dá certo. Muitas vezes o fracasso atribuído àquela relação de referência pode ter sido por qualquer outro motivo, mas a variável “filho” acabou levando a culpa pelo insucesso da relação, fazendo com que uma regra preconceituosa tenha sido criada.

Qualquer pessoa entra num relacionamento visando o sucesso. Regras de terceiros têm apenas o peso da injustiça de medirmos uma pessoa pela régua de outra completamente diferente dela. Vale considerar que cada pessoa é única e cada relação é uma construção que deve ser erguida com os elementos e particularidades daquele casal. Isso é fundamental para evitarmos equívocos e injustiças.

 

Filho de outro relacionamento não precisa ser um problema.

Toda relação terá obstáculos e ninguém entra num relacionamento sozinho. Sempre há outras relações paralelas e transversais a serem administradas: sogras, cunhadas, amigos… e por que não os filhos?  Às vezes um filho pode ser apenas um desafio a mais a ser ajustado e integrado a esse novo relacionamento. O fundamental nisso tudo é o casal ter respeito, sentimento e compatibilidade um com o outro. Qualquer variável é melhor conduzida quando estes critérios são atendidos.

 

filho de outro relacionamento psicólogo em salvador terapia de casal psicólogo Elídio Almeida

 

Por isso devemos ter filtros personalizados para aquilo que abraçamos como referência. Não ter propriedade sobre isso acaba levando a uma mera seleção do tipo serve ou não serve. O início de um namoro deve ser um processo de conhecimento e equilíbrio de afinidades. Ainda assim, muitas pessoas acreditam que sua meta de vida deve ser construir uma família típica de comercial de margarina. O mundo real é diferente.

Relacionamento de sucesso é aquele que consegue juntar histórias e caminhos diferentes em propósitos comuns. As regras (especialmente de terceiros) só atrapalham. Ter um relacionamento com uma pessoa que tem um filho de outro relacionamento pode dar certo. Pense nisso!

 

Dr. Elídio Almeida
Psicólogo | CRP 03/6773
(71) 98842-7744 Salvador – Bahia
elidioalmeida.com

Elídio Almeida
elidio@elidioalmeida.com

Psicólogo formado pela Universidade Federal da Bahia – Ufba, especialista em Terapia de Casal & Família, membro da Association for Behavior Analysis International (ABAI). Psicólogo clínico, faz atendimento individual, para casais e famílias. Oferece cursos de desenvolvimento pessoal, palestras, orientação vocacional e avaliação psicológica.

No Comments

Deixe uma resposta