Dor de cabeça como desculpa para não fazer sexo está com os dias contados!

Dor de cabeça como desculpa para não fazer sexo? Hoje recebi pelo Whatsapp a imagem ao abaixo. Fiquei curioso para saber a veracidade da informação. De cara, achei casos relacionados aos efeitos da endorfina produzidos durante a relação sexual. Ao que parece, a informação da imagem faz todo sentido, ao relacionar os três elementos: sexo, dor de cabeça e a endorfina. Sendo assim, a clássica e cultural desculpa “Hoje não. Estou com dor de cabeça” pode estar com seus dias contados.

dor de cabeça para não fazer sexo psicólogo em salvador

 

 

Dor de cabeça como desculpa para não fazer sexo está com os dias contados!

A imagem que está fazendo o maior sucesso na internet e nas redes sociais (especialmente entre os homens), parece ter sido publicada no Jornal Extra, em 2013. Na verdade, a matéria versa sobre um estudo da Universidade de Munster, na Alemanha, publicado na revista Cephalalgia, onde os pesquisadores fizeram os seguinte experimento: recomendaram que pacientes com enxaqueca tivessem relações sexuais durante uma crise da dor.

Dos que levaram a experiência adiante, a maioria relatou melhora ou desaparecimento dos sintomas. Esse e outros dados apontados na pesquisa, levaram os pesquisadores a concluir que sexo pode ajudar a aliviar dores de cabeça. Mas como funciona isso na prática?

A explicação seria que o sexo estimula a liberação de endorfinas pelo cérebro, o que contribui para aliviar a dor.

A endorfina é um hormônio altamente relacionado à felicidade, ao bem-estar e à sensação de prazer. Diversos estudos científicos concluíram que as endorfinas reforçam o sistema imunológico, combatem o envelhecimento e o estresse, reduzem a dor e evitam lesões nos vasos sanguíneos. Isso reforça ainda mais a tese da prática sexual combater a incômoda dor de cabeça.

 

terapia de casal em salvador Elídio Almeida psicólogo traição

 

É importante saber

O legal é que as endorfinas são liberadas através de qualquer atividade que estimule os nossos sentidos como: ouvir aquela música preferida, apaixonar-se, comer aquele prato favorito, encontrar com amigos, ter momentos de catarse e, é claro, fazer sexo!

Com estes estímulos, o sistema nervoso reage e há liberação de uma grande quantidade de endorfinas na corrente sanguínea, atuando como um analgésico natural.

Com tudo isso, é importante destacar que a relação sexual não deve ser vista como um remédio. O sexo na verdade tem outras funções em nossa vida. Também, é importante salientar que uma dor de cabeça pode ter várias causas. Se, por exemplo, a causa da dor de cabeça for estresse, a pessoa pode até relaxar (antes) durante (e depois) do sexo e a dor tende a diminuir. Mas é importantíssimo destacar que um médico deverá sempre ser consultado.

Se quiser experimentar o sexo como recurso para combater a dor lembre-se dessa dica: Sexo bom é aquele em que os envolvidos estão com vontade. Fazer sexo sem estar com vontade só vai aumentar a dor de cabeça! Outra dica também importante é que, se a dor de cabeça, na verdade, tem sido usada apenas como uma desculpa para evitar o sexo, está na hora de colocar assertividade nessa relação ou procurar uma terapia de casal.

 

Dr. Elídio Almeida
Psicólogo | CRP 03/6773
(71) 98842-7744 Salvador – Bahia
elidioalmeida.com

Elídio Almeida
elidio@elidioalmeida.com

Psicólogo formado pela Universidade Federal da Bahia – Ufba, especialista em Terapia de Casal & Família, membro da Association for Behavior Analysis International (ABAI). Psicólogo clínico, faz atendimento individual, para casais e famílias. Oferece cursos de desenvolvimento pessoal, palestras, orientação vocacional e avaliação psicológica.

No Comments

Deixe uma resposta