tribos urbanas psicólogo em salvador

Psicólogo fala sobre tribos urbanas no Jornal A Tarde

Tribos Urbanas – No último domingo, 10/11/2013, o Jornal A Tarde, publicou uma matéria sobre o “Maravilhoso e controverso mundo das tribos soteropolitanas“.

 

Tribos urbanas

As tribos urbanas são grupos com características bem específicas. Mas nem sempre essas características são bem vistas pelas pessoas que não compartilham dos mesmos códigos. E isso costuma gerar conflitos entre os grupos.

Falamos bastante sobre como a sociedade, de forma geral, enxerga as tribos urbanas (emos, pagodeiros, micareteiros, roqueiros, patricinhas, gays, hippies…), como identificamos os integrantes dessas tribos e o que a sociedade, em geral, pensa sobre cada uma delas.

 

tribos urbanas psicólogo em salvador

 

Falamos sobre a importância de termos comportamentos adequados para cada ambiente que frequentamos, sobre como somos influenciados, rotulados e discriminados muitas vezes de forma preconceituosa. Muitas vezes, somos até vítimas de bullying por conta dos grupos não serem aceitos ou serem desconhecidos. Porém, o mais importante é que pudemos compreender a importâncias desses grupos para a formação de identidade de cada pessoa, os códigos de éticas e condutas ali trabalhados, assim com o desenvolvimento de habilidades sociais significativamente úteis.

A matéria foi feita pelo jornalista Ricardo Belens e trouxe análises e opiniões do psicólogo Elídio Almeida, que falou sobre as particularidades comportamentais de algumas tribos urbanas e o padrão que caracteriza esses grupos. Clique aqui e leia a matéria na íntegra.

Dr. Elídio Almeida
Psicólogo | CRP 03/6773
(71) 98842-7744 Salvador – Bahia
elidioalmeida.com

Elídio Almeida
elidio@elidioalmeida.com

Psicólogo formado pela Universidade Federal da Bahia – Ufba, especialista em Terapia de Casal & Família, membro da Association for Behavior Analysis International (ABAI). Psicólogo clínico, faz atendimento individual, para casais e famílias. Oferece cursos de desenvolvimento pessoal, palestras, orientação vocacional e avaliação psicológica.

No Comments
  • Elídio Almeida | PsicólogoTerapia de casal: regras e imposições não garantem a durabilidade do casamento. -
    Posted at 11:44h, 08 janeiro Responder

    […] Parece engraçado, mas na verdade o pastor fez um tremendo desserviço não só para o marido que decidiu aconselhar-se com o pastor,  reconhecendo nele uma figura de liderança, também como para os demais casais que vivem sob as regras coercitivas impostas pela religião, assim como para com os que aprendem nessas instituições religiosas que tais regras são certas, inquestionáveis e que devem ser temidas para evitar as punições. Observe os aplausos no plano de fundo do vídeo. Estes não só sinalizam que a regra deve ser aceita, como também cumpre o papel de difundi-la, respalda-la e perpetua-la. Com tamanha coerção, até entendemos o medo que têm e os esforços que muitas pessoas investem para serem aceitas nesses grupos. […]

  • Elídio Almeida | PsicólogoTerapia de casal: regras e imposições não garantem a durabilidade do casamento. -
    Posted at 11:44h, 08 janeiro Responder

    […] Parece engraçado, mas na verdade o pastor fez um tremendo desserviço não só para o marido que decidiu aconselhar-se com o pastor,  reconhecendo nele uma figura de liderança, também como para os demais casais que vivem sob as regras coercitivas impostas pela religião, assim como para com os que aprendem nessas instituições religiosas que tais regras são certas, inquestionáveis e que devem ser temidas para evitar as punições. Observe os aplausos no plano de fundo do vídeo. Estes não só sinalizam que a regra deve ser aceita, como também cumpre o papel de difundi-la, respalda-la e perpetua-la. Com tamanha coerção, até entendemos o medo que têm e os esforços que muitas pessoas investem para serem aceitas nesses grupos. […]

  • Elídio Almeida | PsicólogoTerapia de casal: regras e imposições não garantem a durabilidade do casamento. -
    Posted at 11:44h, 08 janeiro Responder

    […] Parece engraçado, mas na verdade o pastor fez um tremendo desserviço não só para o marido que decidiu aconselhar-se com o pastor,  reconhecendo nele uma figura de liderança, também como para os demais casais que vivem sob as regras coercitivas impostas pela religião, assim como para com os que aprendem nessas instituições religiosas que tais regras são certas, inquestionáveis e que devem ser temidas para evitar as punições. Observe os aplausos no plano de fundo do vídeo. Estes não só sinalizam que a regra deve ser aceita, como também cumpre o papel de difundi-la, respalda-la e perpetua-la. Com tamanha coerção, até entendemos o medo que têm e os esforços que muitas pessoas investem para serem aceitas nesses grupos. […]

Deixe uma resposta