Elidio Almeida Psicólogo em salvador terapeuta de casal record

Psicólogo Elídio Almeida em entrevista para os telejornais da Record.

Na última sexta-feira, foi ao ar nos telejornais da Record Bahia uma reportagem, com participação do psicólogo Elídio Almeida, sobre o comportamento delinquente praticado por mulheres. Elídio falou sobre causas e consequências deste comportamento, destacando que não é uma exclusividade do gênero. Ele falou ainda sobre as consequências que tal comportamento gera.

 

 

Elidio Almeida Psicólogo em salvador terapeuta de casal record

 

 

O que a psicologia diz sobre esse comportamento?

Na Análise do Comportamento, consequências são mudanças produzidas no ambiente em função da ação (ou ações) de uma pessoa. Essas mudanças podem ser de qualquer tipo, sem juízo de valor positivo ou negativo. Alguns exemplos:

  • Ao ser questionada pela professora em sala de aula, uma menina responde a pergunta de forma correta e a professora a elogia diante dos colegas. A ação da menina (responder corretamente a pergunta) produziu uma mudança em seu ambiente (elogio da professora);
  • Um menino quebra o vaso preferido de sua mãe e ela decide privá-lo do acesso ao videogame por um mês. A ação do menino (quebrar o vaso) produziu uma mudança em seu ambiente (retirada do videogame).

No primeiro exemplo, o tipo de mudança resultante da ação da menina foi um acréscimo de estímulo ao ambiente (elogio). No segundo, a mudança resultante da ação do menino foi a remoção de um estímulo do ambiente (ausência do videogame). Em ambos, os estímulos são consequências das respostas da menina e do menino, respectivamente.

Mas não para por aí. Se, ao ser elogiada a primeira vez, a menina então tenta quase sempre responder às perguntas feitas pela professora, eu posso dizer que a consequência (no caso, o elogio) também produziu uma mudança no comportamento da menina.

O mesmo vale para o exemplo do menino que quebrou o vaso. Se, após a retirada do videogame, ele passa a evitar o ambiente em que estava o vaso ou tomar mais cuidado ao passar por outros objetos preferidos de sua mãe, eu também posso dizer que essa consequência mudou o comportamento do menino, certo? Essa relação entre resposta e consequência caracteriza um tipo de comportamento: comportamento operante.

Você consegue perceber a peculiaridade dele? Note que, por definição, no comportamento operante, o indivíduo interage ativamente com o ambiente, produzindo mudanças no mesmo. Na contrapartida, essas mudanças produzidas no ambiente também acabam produzindo mudanças nas próprias respostas do indivíduo (ou em características delas). A relação entre resposta e consequência que caracteriza o comportamento operante é extremamente complexa e, sem dúvida, não se esgota com os exemplos que acabei de dar  ou até mesmo pelo caso apresentado na matéria.

 

transtorno bipolar tratamento psicólogo em salvador terapia de casal

 

A atuação do Psicólogo

Na minha prática profissional com psicólogo clínico, observo muita confusão sobre o que são reforçadores e acredito que boa parte dela seja resultado de uma compreensão equivocada do que são consequências e sua relação com as respostas de um indivíduo. Ou seja, uma confusão sobre o que caracteriza comportamento operante. Espero ter contribuído para diminuí-la, ao menos parcialmente.

Temas como o suscitado pela matéria nos dão a oportunidade de poder explicar para a grande população, através da televisão, como a psicologia compreende e analisa os comportamentos. É dessa forma que mostro aos meus pacientes como podemos melhorar nossos comportamentos e resolver os problemas do nosso cotidiano. 

 

Dr. Elídio Almeida
Psicólogo | CRP 03/6773
(71) 98842-7744 Salvador – Bahia
elidioalmeida.com

Elídio Almeida
elidio@elidioalmeida.com

Psicólogo formado pela Universidade Federal da Bahia – Ufba, especialista em Terapia de Casal & Família, membro da Association for Behavior Analysis International (ABAI). Psicólogo clínico, faz atendimento individual, para casais e famílias. Oferece cursos de desenvolvimento pessoal, palestras, orientação vocacional e avaliação psicológica.

No Comments

Post A Comment