comportamento impulsivo tratamento Elidio Almeida Psicólogo em salvador terapeuta de casal

Comportamento Impulsivo:
Psicólogo Elídio Almeida fala sobre impulsividade em entrevista.

Comportamento impulsivo – O psicólogo Elídio Almeida gravou na manhã desta sexta-feira, 31 de maio, entrevista para os telejornais e programas de notícias da TV Itapoan, afiliada da Rede Record na Bahia. Na entrevista, Elídio falou sobre os comportamentos impulsivos. São aqueles comportamentos que a pessoa têm sem pensar e que muitas vezes trazem consequências graves. Nos comportamentos impulsivos, a pessoa tende a perder o controle sobre seus atos.

O Comportamento Impulsivo, também conhecido como Transtorno de Personalidade ou Personalidade Explosiva e Agressiva, é caracterizado pela tendência a agir de modo imprevisível e impulsivo, sem pensar nas consequências. Isso pode ser sinal de um Transtorno Mental expressado através desses comportamentos.

A característica essencial do Comportamento Impulsivo é a incapacidade de resistir a um impulso ou à tentação de executar um ato sem planejamento ou de potencial perigo para si ou para outras pessoas. Ou seja, é quando a pessoa não consegue ter controle emocional, realizando atos arriscados que produzem, geralmente, efeitos graves.

 

comportamento impulsivo tratamento Elidio Almeida Psicólogo em salvador terapeuta de casal

 

O Comportamento Impulsivo

Na maioria das ocorrências de Comportamento Impulsivo, a pessoa sente uma crescente tensão ou excitação antes de cometer o ato, como dificuldade no controle da fala, tremores no corpo, respiração acelerada, rosto afogueado, sudorese e desencadeamento do pensamento.

“O equilíbrio emocional costuma ser o primeiro a ser afetado. E as pessoas não conseguem pensar nas consequências destes comportamentos”, disse. Elídio destacou ainda que, muitas vezes, as pessoas só conseguem ter dimensão dos seus atos após o acontecimento, sendo que o ideal é que isso pudesse ser visualizado antes do acontecimento, para ajudar numa decisão mais adequada.

Disse ainda que, muitas vezes, algumas pessoas tentam justificar o ocorrido argumentando que “fez aquilo no momento de raiva”, mas isso pode significar apenas uma repetição “copiada” de outras pessoas que já estiveram em situações semelhantes e termina sendo uma fala usada culturalmente sem necessariamente possuir um valor de reflexão sobre o que foi feito, além do fato das pessoas nem sempre conseguirem explicar porque fizeram algo.

A entrevista vai ao ar na próxima semana na programação da Record Bahia. 

 

Dr. Elídio Almeida
Psicólogo | CRP 03/6773
(71) 98842-7744 Salvador – Bahia
elidioalmeida.com

Elídio Almeida
elidio@elidioalmeida.com

Psicólogo formado pela Universidade Federal da Bahia – Ufba, especialista em Terapia de Casal & Família, membro da Association for Behavior Analysis International (ABAI). Psicólogo clínico, faz atendimento individual, para casais e famílias. Oferece cursos de desenvolvimento pessoal, palestras, orientação vocacional e avaliação psicológica.

No Comments

Deixe uma resposta