atitutes positivas vizinhos elídio Almeida psicólogo emsalvador

Atitudes Positivas e os vizinhos.

Desde o dia 21 de dezembro, o jornal A Tarde vem apresentando a série Atitudes Positivas, do jornalista Diego Barreto, com reportagens que mostram problemas crônicos e corriqueiros da sociedade. Convidando o leitor a refletir sobre de que forma podemos construir um Ano Novo mais positivo.

A série destaca que cada um de nós pode melhorar a convivência e as relações interpessoais em nossa sociedade, apresentando demandas e opiniões de especialistas. Hoje, na penúltima reportagem (Atitudes positivas: Em 2013, seja um bom vizinho), a série fala sobre a difícil convivência entre vizinhos, com a participação do psicólogo Elídio Almeida.

Elídio procurou falar da importância da assertividade no processo das relações sociais e na qualidade da política da boa vizinhança.

Se considerarmos que a agressividade é prejudicial a todos os envolvidos e que a inassertividade traz prejuízos às pessoas que não conseguem se expressar, devemos então encontrar um modo em que todos os envolvidos tenham os mesmos privilégios, direitos e, principalmente, “saiam ganhando”.

 

 

atitudes positivas e vizinhos psicólogo em salvador

 

 

Atitudes positivas e assertividade

Essa é a premissa do COMPORTAMENTO ASSERTIVO, um tipo de comportamento que privilegia o direito que todo indivíduo possui de se expressar, sentindo-se bem (sem culpas, remorsos ou arrependimentos), sendo capaz de agir em função de seus próprios interesses, afirmando suas opiniões sem ansiedades indevidas, constrangimentos e sem negar os direitos alheios.

Muita gente, no dia a dia, confunde o comportamento assertivo com o inassertivo, pois tendem a achar que, para ser assertivo, seja necessário concordar totalmente com as  outras pessoas. Na verdade, a assertividade perpassa mais pelo caminho do diálogo racional e franco na exposição de opiniões e pensamentos, e de negociações necessárias, para que todos convivam da melhor forma possível, independente das opiniões radicalmente opostas. Por exemplo, uma pessoa que torce pelo Bahia pode conviver de forma respeitosa com um torcedor do Vitória, usando o comportamento assertivo. Em um tempo em que tanto se fala sobre conviver com as diferenças, nada melhor do que ser assertivo.

Então a assertividade, enquanto conduta a ser adotada na prática traz exigências mais profundas, uma vez que uma atitude assertiva pede a construção de um reportório comportamental bem desenvolvido para sustentar tais posições.

Para ser assertivo é preciso saber o que se quer, conhecer seus direitos e deveres, conhecer seus potenciais e limites, saber se expressar com transparência, lógica e com boa argumentação. Mas é também necessário ser flexível, saber ouvir o que o outro tem a dizer, com a devida atenção e respeitando seu ritmo, e sobretudo, ser empático, colocando-se no lugar do outro e procurando entender o contexto. Pensando, principalmente, nas consequências dos comportamentos a curto, médio e longo prazo.

 

 

Dr. Elídio Almeida
Psicólogo | CRP 03/6773
(71) 98842-7744 Salvador – Bahia
elidioalmeida.com

Elídio Almeida
elidio@elidioalmeida.com

Psicólogo formado pela Universidade Federal da Bahia – Ufba, especialista em Terapia de Casal & Família, membro da Association for Behavior Analysis International (ABAI). Psicólogo clínico, faz atendimento individual, para casais e famílias. Oferece cursos de desenvolvimento pessoal, palestras, orientação vocacional e avaliação psicológica.

No Comments

Post A Comment