como_conviver_com_uma_pessoa_com_transtorno_bipolar-elidio-almeida-psicólogo-em-salvador-1

Transtorno Bipolar

O Transtorno Bipolar do Humor, antigamente denominado como PMD (Psicose Maníaco-Depressiva), é caracterizado por oscilações ou mudanças cíclicas de humor. Estas mudanças vão desde oscilações normais, como nos estados de alegria e tristeza, até mudanças patológicas acentuadas e extremas. É uma doença que provoca um grande impacto não só na vida das pessoas acometidas pelo transtorno, mas também em sua família e na sociedade em geral. Causando, devido a isto, prejuízos frequentemente irreparáveis em vários setores da vida do indivíduo, como, por exemplo, nas finanças, na saúde e em sua reputação, além do sofrimento psicológico. Sua incidência é relativamente comum, acometendo aproximadamente 8 a cada 100 indivíduos, manifestando-se igualmente em mulheres e homens.

pessoa com bipolaridade tratamento psicólogo em salvador

Causas do Transtorno Bipolar

A causa propriamente dita do transtorno bipolar é desconhecida, mas há fatores que influenciam ou que estimulam seu surgimento como um histórico familiar de transtorno bipolar, traumas ou acontecimentos inesperados (grandes transformações, perdas de emprego, finais de relacionamento, mortes de pessoas queridas, etc). Todavia, sabe-se que fatores biológicos, sociais e psicológicos contribuem para o desencadeamento da doença.

O Transtorno Bipolar pode iniciar-se na infância, geralmente com sintomas como irritabilidade intensa, impulsividade e aparentes exageros afetivos. No princípio o transtorno pode caracterizar-se tanto pela fase depressiva (tristeza) como pela fase maníaca (alegria),continuando gradualmente ao longo de semanas, meses, poucos dias ou encerrando abruptamente, de momento para outro. Além dos quadros depressivos e maníacos há também os quadros mistos (sintomas depressivos ocorrendo simultaneamente aos maníacos) que muitas vezes confundem e retardam o diagnóstico correto.

transtorno-bipolar-nao-e-depressao- tratamento psicólogo em salvador

A fase de euforia caracteriza-se pela elevação da autoestima e por sentimentos de grandeza, podendo chegar a ter uma concepção delirante de si mesmo, considerando-se uma pessoa especial, dotada de poderes. Há um aumento da atividade motora, o indivíduo apresenta um grande vigor físico e uma diminuição do sono.

A pessoa também costuma falar ininterruptamente, com suas ideias fluindo tão rapidamente que não consegue concluir suas falas, ligando sucessivamente diversas falas não concluídas. Este fenômeno de concatenação de falas e pensamentos não concluídos é chamado de fuga de ideias. Nesta situação o paciente apresenta uma percepção elevada dos estímulos externos, levando-o a distrair-se constantemente com pequenos ou insignificantes acontecimentos alheios à conversa em andamento e, com isso, perde o “foco” das atividades e o raciocínio com muita facilidade. Também é comum a pessoa tornar-se alienada a respeito de sua própria condição patológica, tornando-se, desta forma, uma pessoa socialmente inconveniente.

como_conviver_com_uma_pessoa_com_transtorno_bipolar elidio almeida psicólogo em salvador

Não há cura para o Transtorno Bipolar, porém é possível controlá-lo por meio de tratamentos. Devido a isto um dos principais desafios durante o tratamento é exatamente evitar situações estressantes e implementar mudanças no comportamento do paciente, objetivando um novo estilo de vida e/ou adoção de uma nova perspectiva diante dos problemas. Por meio da Psicoterapia Comportamental as pessoas estão aprendendo a desenvolver novas estratégias para enfrentar este transtorno com menos sofrimento e poderem levar a vida de uma maneira mais agradável.

Dr. Elídio Almeida
Psicólogo | CRP 03/6773
(71) 98842-7744 Salvador – Bahia
elidioalmeida.com

Elídio Almeida
elidio@elidioalmeida.com

Psicólogo formado pela Universidade Federal da Bahia – Ufba, especialista em Terapia de Casal & Família, membro da Association for Behavior Analysis International (ABAI). Psicólogo clínico, faz atendimento individual, para casais e famílias. Oferece cursos de desenvolvimento pessoal, palestras, orientação vocacional e avaliação psicológica.

No Comments
  • Elídio Almeida | Psicólogo Isso é psicológico? -
    Posted at 20:39h, 06 fevereiro Responder

    […] curada a pessoa deve “apenas parar de fazer o que vem fazendo”. Da mesma forma que ser  bipolar não é ser “sem vergonha”. Por tudo isso, fica aqui minha dica para, antes mesmo de disparar […]

  • Elídio Almeida | Psicólogo Isso é psicológico? -
    Posted at 20:39h, 06 fevereiro Responder

    […] curada a pessoa deve “apenas parar de fazer o que vem fazendo”. Da mesma forma que ser  bipolar não é ser “sem vergonha”. Por tudo isso, fica aqui minha dica para, antes mesmo de disparar […]

  • Elídio Almeida | Psicólogo Isso é psicológico? -
    Posted at 20:39h, 06 fevereiro Responder

    […] curada a pessoa deve “apenas parar de fazer o que vem fazendo”. Da mesma forma que ser  bipolar não é ser “sem vergonha”. Por tudo isso, fica aqui minha dica para, antes mesmo de disparar […]

Deixe uma resposta